29.2.08

Doze palavras num sopro de letras, desafio da Hipatia.
Passa a corrente


Bloc A3 2007

23.2.08

Testemunhos com Manuel da Costa cabral




Nota sobre o video
December 21, 2007
Sessão realizada na 5ª feira 13 de Dezembro 2007 às 21 horas no Salão do Ar.Co, Rua de Santiago, 18, Lisboa

Em sessões que se desenrolarão ao longo do ano lectivo, personalidades nacionais e internacionais envolvidas na produção, divulgação e administração das artes são convidadas a destacar, individual e informalmente, aspectos relevantes da sua experiência profissional ou de recentes experiências formativas, compondo visões subjectivas dos mecanismos do "mundo da arte".

As sessões destinam-se prioritariamente a alunos do Ar.Co em fase de finalização da sua formação (Fases 3, Cursos Avançados, Projectos Individuais).


NOTA BIOGRÁFICA
Manuel da Costa Cabral, nasceu em 1941. Formou-se em Pintura na Escola Superior de Belas Artes de Lisboa (1963) e trabalhou como professor de arte em diversas escolas públicas e privadas e como designer de exposições em colaboração com o pintor Manuel Lapa. Envolveu-se em inúmeras actividades de animação e intervenção socio-cultural nos últimos sete anos da ditadura (1967-74) e nos primeiros sete anos de democracia (1974 --81). Entre 1971 e 72 realizou uma visita de estudo, de seis meses, a vinte instituições artísticas universitárias americanas como bolseiro do Instituto Internacional de Educação e da Fundação Calouste Gulbenkian sob orientação do professor Rudolf Arnheim de Universidade de Harvard. Entre 1974 e 1977 colaborou no projecto de arranque da cooperação portuguesa voluntária na República da Guiné Bissau (formação de professores).
Em 1973 fundou em Lisboa o Ar.Co- Centro de Arte e Comunicação Visual, tendo sido seu Director Executivo durante 21 anos.
Em 1993 recebeu o grau de Honorary Fellow do Royal College of Art em Londres.
Retomou a actividade de pintor em 1982 e tem exposto regularmente desde 1989.
Desde 1994 exerce as funções de Director do Serviço de Belas-Artes da Fundação Calouste Gulbenkian.






16.2.08


Préparation de la toile ...............................Preparação da tela
1/ Marouflage: lin sur jute..............................1/ entretelar: linho sobre juta
2/ encollage: colle de peaux de lapins .........2/ pré-preparação: pelica de coelho
3/ enduit: plâtre amorphe...............................3/ preparação: gesso amorfo




8.2.08

Margarida Saraiva
Caderno A4 de desenho, pintura, etc

....................

..........
..........







MARGARIDA SANTOS SARAIVA
NASCEU EM LISBOA, A 2 DE ABRIL DE 1951

TRABALHOU COMO DESIGNER GRÁFICO NAS PUBLICAÇÕES EUROPA – AMÉRICA

TRABALHOU EM MOÇAMBIQUE COMO FREE – LANCER, EM PUBLICIDADE, E LIGADA A UM GRUPO DE SOLIDARIEDADE NACIONAL TRABALHOU COM CRIANÇAS DE RUA EM EXPRESSÃO PLÁSTICA CERÂMICA TRABALHOS EM PAPEL BRINQUEDOS A PARTIR DE MATERIAIS RECICLADOS, TECIDOS, COURO, ETC

DE NOVO EM LISBOA, TRABALHOU NA DOPERFILME COMO DESIGNER GRÁFICO DE PUBLICIDADE PARTICIPOU NUM PROJECTO EXPERIMENTAL COM UMA ESCOLA INFANTIL (INFANTÁRIO DA AJUDA) LIGADA A OUTRAS ESCOLAS COM CRIANÇAS, EM EXPRESSÃO PLÁSTICA, DRAMATIZAÇÃO E ARTESANATO URBANO

COLABOROU AINDA COM ILUSTRAÇÕES PARA A EDITORAS DISCOGRÁFICAS
TRABALHOU EM ILUSTRAÇÃO CIENTÍFICA DE ARQUEOLOGIA PARA O INSTITUTO ARQUEOLÓGICO ALEMÃO,PARA O CENTRO DE ARQUEOLOGIA DA FACULDADE DE LETRAS DE LISBOA , E AINDA PARA O MUSEU DE ARQUEOLOGIA .
EFECTUOU TAMBÉM UM ESTÁGIO DE RESTAURO DE CERÂMICA EM CONÍMBRIGA

COLABOROU COM O ENCENADOR ADOLFO GUTKIN NA CENOGRAFIA DE ALGUMAS PEÇAS DO GRUPO DE TEATRO “MAIZUM”

ESTEVE EM MACAU TRABALHANDO NO LEAL SENADO E NO FÓRUM DE MACAU, ONDE DESEMPENHAVA FUNÇÕES DE DESIGNER GRÁFICO COLABOROU AINDA EM JORNAIS E REVISTAS CAMPANHAS DE LANÇAMENTOS DE ESPECTÁCULOS DESPORTIVOS, ACÇÕES DE LANÇAMENTO DE CAMPANHAS DE IMPLEMENTAÇÃO DA HIGIENE E LIMPEZA NA CIDADE, JUNTO DAS ESCOLAS FAZENDO TRABALHOS DE SENSIBILIZAÇÃO NAS ESCOLAS JARDINS E PRAÇAS COM ALUNOS E POPULAÇÃO EM GERAL

REGRESSOU A LISBOA E EXECUTOU MAQUETAS PARA EXPOSIÇÕES NO MUSEU NACIONAL DE ARQUEOLOGIA E DESENHOS MAQUETAS E ILUSTRAÇÕES PARA O INSTITUTO ARQUEOLÓGICO ALEMÃO DELEGAÇÕES DE LISBOA MADRID E ALEMANHA PARA O MUSEU DA CIDADE EM LISBOA ,PARA O MUSEU DE TORRES VEDRAS PARA A REVISTA ERA

TEM TRABALHOS DE ILUSTRAÇÃO CIENTIFICA DE ARQUEOLOGIA PUBLICADOS EM VÁRIAS REVISTAS MONOGRAFIAS E CATALOGOS EM ESPANHA PORTUGAL ALEMANHA E FRANÇA DOS QUAIS SE PODEM DESTACAR: MADRIDER MITTEILUNGEN MADRIDER FORCHUNGEN ROTEIRO DA PENINSULA IBERICA, REVISTA PORTUGUESA DE ARQUEOLOGIA, ARQUEOLOGO PORTUGUÊS,REVISTA ERA ,CATALOGO DE CERAMICA DE ALPIARÇA DA COLEÇÃO DO MUSEU DOS PATUDOS E DO MUSEU DE ANTROPOLOGIA DA UNIVERCIDADE DO PORTO E DIVERSOS CATALOGOS DE EXPOSIÇÕES TEMPORÁRIAS DE ARQUEOLOGIA

LIGADA AO I.F.C.T. (INSTITUTO DE FORMAÇÃO E CRIAÇÃO TEATRAL), PARTICIPOU EM VÁRIOS CURSOS DO FUNDO SOCIAL EUROPEU COMO PROFESSORA DE REALIZAÇÃO PLÁSTICA, MÁSCARAS, CARACTERIZAÇÃO E FIGURINOS, UTILIZANDO ENTRE OUTROS, MATERIAIS COMO LÁTEX, RESINAS, FIBRAS, GESSO, SILICONE E POLIÉSTER.

COLABOROU COM ROLNEY BARRETO NO CENÁRIO DAS PEÇAS “A COMPANHEIRA “DE ADOLFO GUTKIN, “ HOMO DRAMATICUS”, DE ALBERTO ADELACHE, E RECITAL DE MUSICA ESPANHOLA PARA VOZ E GUITARRA CLÁSSICA – FESTIVAIS DE LISBOA DESENHOU FIGURINOS PARA A PEÇA INFANTIL “VERDE QUE TE QUERO VER “, UMA PRODUÇÃO BRASILEIRA E PARA “EX QUE LECTO “DE ADOLFO GUTKIN.

COMO ANIMADORA CULTURAL, TRABALHOU DURANTE DOIS VERÕES EM CERÂMICA, ARTESANAL, TRABALHOS COM TECIDOS, COURO PASTA DE PAPEL, PASTA DE MADEIRA, PINTURA E DECORAÇÃO, COM O CENTRO DE DIA DA JUNTA DE FREGUESIA DAS MERCÊS EM LISBOA.

PARTICIPOU NUM WORKSHOP DE PINTURA EM FOTOGRAFIA NA ESCOLA “AR.CO”, COM KLAUS POLLMEIER.

PARTICIPOU NO SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE JOVENS CENÓGRAFOS, ORGANIZADO PELO INSTITUTO INTERNACIONAL DE TEATRO DO MEDITERRÂNEO, INTEGRADO NO FESTIVAL INTERNACIONAL MADRID – SUL EM FUENLABRADA MADRID.

.PARTICIPOU EM EXPOSIÇÕES COLECTIVAS COM TRABALHOS DE PINTURA E DESENHO
TURISMO DE SINTRA

margarida.saraiva@yahoo.com.br





3.2.08

203 - 1996 - óleo / tela - 81 x 100 cm