11.16.2022

 A2- desenhei a Barbara nas sessões livres do lx atelier


10.02.2022

Novo residente, chamava-se Jorge, no AR.CO o esqueleto era Artur, na ESBAL também tem nome um masculino, mas nada indica o seu sexo por isso enquanto habitar comigo vais se chamar Paixão, a Paixão o Paixão.


 

9.20.2022

Sessão com o darwing club na casa do conselho Castro Daire en Lx


9.09.2022

Sessão de Plein Air com o LX Atelier 
óleo sobre papel 


 

8.15.2022

FOGO, ir para o campo para fugir da turbulência dos aviões e estar a epilady a depilar a montanha.


12.31.2021

2022 - Esperança - vista de baixo

aguarela 42 x 42 cm


10.05.2021

9.22.2021

Todos convidados para a mostra dos desenhos, quarta-feira 22 de set. das 19h30 as 21h na Casa-Atelier Vieira da Silva. A exposição fica até 3 de out.



8.04.2021

uma rodela de papaia
óleo sobre papal tela - 18 x 24 cm


 

7.17.2021

 sofia nua 




7.04.2021

Je croque les pommes. Óleo sobre tela, 24 x 33 cm


5.28.2021

capa do EP (extended play) que fiz para os belapapaya, banda da Olivia.



















belapapaya 


3.28.2021

3.10.2021

 Fusão

entre céu e terra

entre tu e eu

entre tinta e papel 

entre linha e sombra



Fusão

A3


12.29.2020

 Fusão

Para 2021: Qualquer coisa, com braços e muitos abraços. 


 

10.11.2020

Eu, desenho do Carlos Amorim Carneiro


5.02.2020

Receita para fazer o azul

Se quiseres fazer azul,
pega num pedaço de céu e mete-o numa panela grande,
que possas levar ao lume do horizonte;
depois mexe o azul com um resto de vermelho
da madrugada, até que ele se desfaça;
despeja tudo num bacio bem limpo,
para que nada reste das impurezas da tarde.
Por fim, peneira um resto de ouro da areia
do meio-dia, até que a cor pegue ao fundo de metal.
Se quiseres, para que as cores se não desprendam
com o tempo, deita no líquido um caroço de pêssego queimado.
Vê-lo-ás desfazer-se, sem deixar sinais de que alguma vez
ali o puseste; e nem o negro da cinza deixará um resto de ocre
na superfície dourada. Podes, então, levantar a cor
até à altura dos olhos, e compará-la com o azul autêntico.
Ambas as cores te parecerão semelhantes, sem que
possas distinguir entre uma e outra.
Assim o fiz – eu, Abraão ben Judá Ibn Haim,
iluminador de Loulé – e deixei a receita a quem quiser,
algum dia, imitar o céu.

[Nuno Júdice]

4.30.2020

Estudo 14: óleo sobre papel tela 38x46cm


4.29.2020

Estudo 14: óleo sobre papel tela 24x32cm


4.28.2020

Estudo 6: óleo sobre papel tela 50x65cm

4.27.2020

Estudo 2: óleo sobre papel tela 24x32cm


12.30.2019

Pinturas em curso, para o ano continuo. 
Felizes entradas e um maravilhoso vinte vinte para todo o mundo.


10.23.2019

Estão marcadas as próximas sessões livre de desenho de modelo.

5.06.2019

Artur Ramos
















O Corpo da Fisionomia

Inaugura na próxima quinta-feira, dia 9 de Maio, na Galeria das Belas-Artes (FBAUL) a exposição de Desenho O Corpo da Fisionomia pelas 18h.
Estará patente até dia 29 de Maio.
Horário:
2a a 6a das 11h às 19h.

4.03.2019

9 Aguarelas A4
Expostas na coletiva 
Reinvenção – Arte no Feminino









3.21.2019



Reinvenção – Arte no Feminino (Exposição Coletiva)


Reinvenção – Arte no Feminino (Exposição Coletiva)


A vida só é possível reinventada, disse-nos Cecília Meireles.
Aproveitando as múltiplas efemérides do mês de Março: Dia 8, Dia Internacional da Mulher; Dia 20 – Dia Internacional da Felicidade; Dia 21 – Dia Mundial da Árvore e da Poesia; decidimos inaugurar uma exposição coletiva, dando destaque à arte no feminino e à arte que se reinventa e utiliza vários formatos e técnicas.

A exposição conta com as obras de cinco mulheres, num exercício de total liberdade.
Cada artista tem uma origem, um percurso e uma vontade de expressar-se muito distinta, e é justamente aí que repousa o grande mérito desta exposição, que em nada é linear ou estática, sem repetições, sem imitações, cinco caminhos especiais.
Há, no entanto, algo que liga estas cinco criadoras: a paixão pela arte.
Amália Valdés, Claire Fressynet, Helena Moura, Júlia Pacheco e Patrícia Pais são os nomes a ter em conta quando visitar a exposição na Academia Estrela.
Não é uma exposição homogénea, bem pelo contrário, e reunir estas obras, de tão diferentes autorias, foi um verdadeiro desafio.
Abrimos agora as portas a este maravilhoso encontro de partilha, para que todos conheçam estes trabalhos criativos, com o “espelho” das vivências, memórias e descobertas de cada uma.
Depois de uma fabulosa inauguração, em que cada artista pôde testemunhar o seu processo criativo e contextualizar as obras expostas, contamos agora consigo para que venha conhecer bem de perto esta exposição.
Apareça na Rua do Quelhas, 32, e…reivente-se!
A exposição está patente até
*














https://www.jf-estrela.pt/reinvencao-arte-no-feminino-exposicao-coletiva/?fbclid=IwAR0Ik3VnJ0yUPMI6x6hLexrdPZi8OrTsOl6vhDfLPhHhCPCRkyvKysBq11M

3.05.2019

Exposição coletiva






























Reinvenção - Arte no Feminino (Exposição Coletiva) Março, o mês que marca a entrada na Primavera e o renascimento da natureza após o Inverno, é um mês recheado de efemérides “no feminino”. 
Celebrando a essência destas efemérides, a Exposição Coletiva Reinvenção é um “exercício de liberdade” de cinco mulheres, com origens e percursos de vida muito diferentes, que têm em comum a paixão pela arte: Amália Valdés, Claire Fressynet, Helena Moura, Júlia Pacheco e Patrícia Pais.
Contamos consigo na inauguração da exposição no dia 8, 6ª feira, pelas 17h00 na Biblioteca (Rua do Quelhas, 32).

2.26.2019

12.07.2018

SESSÕES LIVRES DE DESENHO